"A matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a forma de um bloco, o escritor tem toda a liberdade para manipular as palavras, mesmo que isso implique romper com as normas tradicionais da gramática.
Limitar a poética às tradições de uma língua é não reconhecer, também, a volatilidade das falas". (Autor Desconhecido)
Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 17 de julho de 2011

Minha Estrelinha


Minha estrelinha

Ao olhar pro céu uma estrela me chamou atenção
O seu brilho entre todas as outras se destacava
A sensação que de um jeito pra mim ela brilhava
E que desejava que a visse todo o seu clarão.

Meu coração se encheu de emoção ao perceber
Que aquela estrela era você que estava me olhar
E uma paz sentiu o meu coração ao entender
Que mesmo longe, não deixava de comigo estar.

Quando a saudade aperta olho pro céu te vejo brilhar
E meus sentimentos se acalmam, pois sei que você
Para um outro mundo se foi, mas está a me acompanhar.

E assim, vou seguindo vida sem nela me apegar
Fazendo de cada dia um único e vivendo o presente
Até o momento em que com você estarei a brilhar.

Ataíde Lemos

5 comentários:

Sonhadora disse...

Poeta

Deixo apenas um abraço, porque não há palavras.

Rosa

Daniel Costa disse...

Ataíde Lemos

Se olhando o céu vemos uma estrela brilhar, é porque o amor se esfumou, Esperamos com certa esperança, de um dia a encontrar a cintilar.
Abraços

Sotnas disse...

Olá poeta Ataíde, desejo que tenha sempre teu coração confortado pelo criador, sempre!

Ninguém neste mundo pode te dizer palavra que o faça sentir-se melhor, pois ninguém melhor que você pra saber o que se passa em seu íntimo, assim somente em Deus você vai encontrar forças pra seguir, e o tempo vai te mostrar o que fazer. Pode até parecer o fim, mas verá que é somente o início de mais uma empreitada que o criador lhe reservou, e somente ele pode te fazer amenizar esta dor!
Meus sentimentos por tua perda, indesejável, mas, que a todos sempre acontece, pois não depende do nosso querer!
Ah, venho por devido ao recado da Evanir, esta virtual amiga poetisa.
E gostei deveras de como dos teus textos. Assim desejo a você e todos ao redor uma existência sempre iluminada, abraços e até mais!

Lurdinha disse...

Como é bom expressar nossos sentimentos através da poesia,é reconfortante e ao mesmo tempo triste,mas a vida segue em frente,e sem luta e fé não conseguimos isso...abraços

Lurdinha disse...

Como é bom expressar nossos sentimentos através da poesia,é reconfortante e ao mesmo tempo triste,mas a vida segue em frente,e sem luta e fé não conseguimos isso...abraços
www.poesiascaminhosdavida.blogspot.com

Direitos Autorais

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal Brasileiro.
Todas as imagens, postadas aqui foram retiradas da Internet e por esse motivo suponho ser do domínio público. No caso em que haja algum problema ou erro com material protegido por direitos autorais, a quebra dos direitos de autor não é intencional.



Seu IP foi registrado - Grato pela visita!

IP