"A matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a forma de um bloco, o escritor tem toda a liberdade para manipular as palavras, mesmo que isso implique romper com as normas tradicionais da gramática.
Limitar a poética às tradições de uma língua é não reconhecer, também, a volatilidade das falas". (Autor Desconhecido)
Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 21 de fevereiro de 2010

A vida dá voltas

















Hoje olho para o passado
E o vejo com olhar diferente
O tempo é o maior aliado
Não há dor permanente.

A ferida que sangrava o coração
Que meu horizonte obscurecia
E emudeceu a minha alegria
O tempo deu-me nova visão.

A vida dá muitas voltas
Um dia a gente chora
E acha que o mundo acabou
No outro sorrimos
Ao vermos que a primavera voltou.

( Ataíde Lemos )

3 comentários:

Rosemildo Sales Furtado disse...

É meu amigo! O tempo ainda é o melhor remédio. Próprio para a cura de todos os males, principalmente do coração.

Belo poema.

Abraços e ótima semana pra ti.

Furtado.

REGGINA MOON disse...

Ataíde,

Temos de crer em dias melhores, nas lindas Primaveras, que existem dentro de nós!

O convido a retirar em meu Blog o "Prêmio Amizade sem Fronteiras".

Uma boa semana!

Beijos......Reggina Moon

MARIA L. BÓZOLI disse...

Olá amigo!

Selinho "PAZ NO MUNDO"

BUSQUE-O AKI
http://poesiaseternas2.blogspot.com/

Apenas um carinho meu....Beijos!

Direitos Autorais

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal Brasileiro.
Todas as imagens, postadas aqui foram retiradas da Internet e por esse motivo suponho ser do domínio público. No caso em que haja algum problema ou erro com material protegido por direitos autorais, a quebra dos direitos de autor não é intencional.



Seu IP foi registrado - Grato pela visita!

IP