"A matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a forma de um bloco, o escritor tem toda a liberdade para manipular as palavras, mesmo que isso implique romper com as normas tradicionais da gramática.
Limitar a poética às tradições de uma língua é não reconhecer, também, a volatilidade das falas". (Autor Desconhecido)
Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 15 de outubro de 2011

Livro O Abraço do Pai


Para adquirir entrar em contato
ataide.lemos@gmail.com

3 comentários:

REGGINA MOON disse...

Ataíde,

Passando para te desejar uma ótima semana!!!

Um grande beijo,

Reggina Moon

[Te ofereço o selinho "Blog Vip da Literatura Brasileira", com muito carinho, que está no meu Blog Verso & Prosa...]

referencia@hotmail.com[2] disse...

lindo por demais o livro
me apaixonei por ele

na vida encontramos chuvas mansas que atenuam o calor da caminhada....

trecho do livro o abraço do pai

obrigado amigo seu livro ,tem me ajudado muito nos tropeços da vida
bjs no coração
Adivanir

Reviragita Poesia disse...

Ataíde,
gosto muito dos seus escritos,
gosto demais do seu blog.
Vc nos proporciona muita reflexão.
Na minha opinião, uma obrigação
do mundo das letras,
que vc cumpre muitíssimo bem.
Muito obrigado por ser meu amigo,
Ci

Direitos Autorais

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal Brasileiro.
Todas as imagens, postadas aqui foram retiradas da Internet e por esse motivo suponho ser do domínio público. No caso em que haja algum problema ou erro com material protegido por direitos autorais, a quebra dos direitos de autor não é intencional.



Seu IP foi registrado - Grato pela visita!

IP