"A matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a forma de um bloco, o escritor tem toda a liberdade para manipular as palavras, mesmo que isso implique romper com as normas tradicionais da gramática.
Limitar a poética às tradições de uma língua é não reconhecer, também, a volatilidade das falas". (Autor Desconhecido)
Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 17 de abril de 2011

Nova concepção do escritor após o advento da web


No passado, o titulo de escritor se dava àquele que publicava livros. Porém, esta realidade está mudando com o avanço da tecnologia e o acesso das pessoas à rede mundial de computadores, ou seja, a internet veio mudar esta concepção, pois muitos que antes possuíam o dom para literatura mantinham-se sucumbidos pela falta do acesso à leitura de seus textos, no entanto, hoje publicam em sites próprios ou nas redes sociais, blogs e ainda vários outros meios proporcionados pela web constituíram assim vários seguidores, tornando-se lidos e conhecidos mesmo sem possuírem sequer um livro publicado.

Outro fato importante e que tem causado uma revolução na literatura como também mudando o perfil do escritor trazendo-o mais próximo ao leitor e por, consequencia, lhe aprimorando na arte de escrever está também relacionado à internet. A maior interatividade entre os escritores nos sites de relacionamentos e outros afins, tem levado a melhoria na qualidade deste artista (escritor), pois a troca de experiências proporciona um avanço e por, conseguinte, os novos escritores têm se aprimorado na escrita e ainda estando em sintonia com seu publico mantendo-se uma literatura atualizada e em consonância com maior diversidade cultural, isto é, o novo escritor tem aumentado e estimulado uma maior quantidade e variedade de leitores de vários níveis sociais e de educação dando-lhes acesso à leitura. Em suma, o escritor tem deixado de ser um artista de uma elite ou de grupo seleto de leitores.

Ainda é preciso citar que a internet está escrevendo uma nova pagina na forma de publicação de livros, ou seja, no passado, o escritor escrevia sua obra e somente depois de publicada o leitor tinha acesso a ela. No entanto, com o advento da internet, a grande maioria das publicações surge a partir do sucesso que tais literaturas já possuem. Na atualidade, com poucas exceções, os livros são apenas uma compilação de textos já aprovados pelo leitor.

Algo que podemos observar nesta nova conjuntura literária está no grande sucesso que os novos escritores tem conquistado em termos de leitores, ou seja, embora muitos ainda não tenham trabalhos publicados por questões financeiras ou pela falta do acesso as editoras mantém-se grande número de leitores que cada vez mais tem divulgado seus trabalhos e seus nomes.

O escritor não é um vendedor, nem é um profissional de marketing, talvez este seja o grande obstáculo e paradoxo que há em ser muito lido vender poucos livros. É preciso ressaltar que produzir é uma coisa e vender é outra, isto é, uma venda se dá por meio de divulgação bem trabalhada. Dá-se pelo marketing de profissionais da área que é feitos tanto da obra quanto do escritor. Ao que me parece este tem sido o grande diferencial entre o escritor ter muitos leitores, mas vender poucos livros.

Quando as empresas que atuam na área de literatura e comunicação (editoras, mídias faladas, televisionadas, e impressas) se derem conta e mudarem a concepção na publicação de livros, ou seja, pesquisarem mais as redes sociais, os blogs, os sites de busca os escritores bem acessados e investirem neles através de um bem elaborado marketing, ou seja investir em projetos de divulgação e vendas tanto nos trabalhos ou no nome do escritor não há duvida que as editoras lucrarão mais como também este paradoxo que há em relação aos escritores – muito lido e pouco vendido – mudará substancialmente e todos haverão de lucrar com esta nova realidade literária.

Ataíde Lemos
Poeta e escritor

7 comentários:

♥ THEBEST♥ disse...

Seus Poemas são lindos !!!

♥ THEBEST♥ disse...

LINDO POEMAS !!!!

ALMA LUA disse...

Ataide, eu adoro seus poemas. eles são lindos. Eu mesma já comprei um livro seu! Parabéns.

REGGINA MOON disse...

Ataíde,

Passando para te desejar um bom Domingo de Páscoa a vc e toda sua família...

Ótima postagem!Nos faz refletir...

Beijos,

Reggina Moon

Efigênia Coutinho disse...

Ataide Lemos, li seu convite o Facebook, e aqui vim conhecer seu espaço Literário, muito bem feito, e seu texto é uma grande realidade.
Vivemos uma nova WEB, onde podemos ser lidos e reconhecidos pelo nosso trabalho.
Meus cumprimentos ao Escritor,
Efigenia Coutinho

Drisph disse...

olaaa, querido escritor e poeta, li o seu artigo e quero dizer que concordo plenamente com suas palavras, pois ha meses estou buscando editar minhas obras; já paguei por uma, mas penso que as vindouras estão em um plano distante, pois o que se gasta para publicar, é realmente isso que você escreveu, sinto-me como um produto de marketing, sabendo que não foi com este fundamento que iniciei a inspiração para as minhas escrituras. Acho, que todo editor deveria ter um pouco de alma de um poeta, para saber se relacionar e sentir o que que sentimos em relação ao que escrevemos; entre em contato comigo para trocarmos informações, obrigada!!

Drisph disse...

estou o seguindo.

Direitos Autorais

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal Brasileiro.
Todas as imagens, postadas aqui foram retiradas da Internet e por esse motivo suponho ser do domínio público. No caso em que haja algum problema ou erro com material protegido por direitos autorais, a quebra dos direitos de autor não é intencional.



Seu IP foi registrado - Grato pela visita!

IP