"A matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a forma de um bloco, o escritor tem toda a liberdade para manipular as palavras, mesmo que isso implique romper com as normas tradicionais da gramática.
Limitar a poética às tradições de uma língua é não reconhecer, também, a volatilidade das falas". (Autor Desconhecido)
Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 3 de julho de 2010

Meu universo é você




Embriago-me em seu olhar
Viajo nos pensamentos
Flor tão bela me encantar
Perfumando meus sentimentos.

Você me leva ao céu
Enche-me de desejos
De sua boca provo mel
Toda vez que lhe beijo.

Quando me abraça
Desperta o meu Ser
Aquece-me como brasa
Num delicioso prazer.

Ah! É tanto amor
Que vivo a sonhar
Deu-me novo sabor
Hoje sei o que é amar.

Ataíde Lemos

2 comentários:

M@ria disse...

"Que o sussurrar do vento te leve um beijo carinhoso e eterno e me deixe em seus pensamentos para que a distância não apague em ti minha existência."

(Autor desconhecido)

Obs:Tem selinho aqui prá voce, pegue o seu......Beijos!!

Rosemari disse...

Ataíde

Lindos são os versos contidos nesse universp que te faz despertar,que te faz sonhar e que expressam a beleza do amor!!
Parabéns!

Rose

Direitos Autorais

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal Brasileiro.
Todas as imagens, postadas aqui foram retiradas da Internet e por esse motivo suponho ser do domínio público. No caso em que haja algum problema ou erro com material protegido por direitos autorais, a quebra dos direitos de autor não é intencional.



Seu IP foi registrado - Grato pela visita!

IP