"A matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a forma de um bloco, o escritor tem toda a liberdade para manipular as palavras, mesmo que isso implique romper com as normas tradicionais da gramática.
Limitar a poética às tradições de uma língua é não reconhecer, também, a volatilidade das falas". (Autor Desconhecido)
Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

A VIDA É BREVE



A vida é uma breve passagem;
Sendo rápida demais para perder tempo
Ficando a cultivar sentimentos
De momentos que o tempo levou
Ainda que se tenha sido bonito
Enquanto foram vividos,
Mas, que ao voltar-se neles fazem sofrer.

A vida em sua breve passagem,
Não nos dá segundas chances
Dos minutos se faz um destino
Eles são o nosso tempo
E o tempo é o presente...
O passado é apenas um quadro,
Que o artista do tempo emoldurou!

Ataíde Lemos & Reggina Moon

Um comentário:

REGGINA MOON disse...

Ataíde,

Foi uma grande alegria e honra compartilhar esse verso com voce!!

Grata pelo carinho Poeta!!

Um grande beijo!!

Reggina Moon

Direitos Autorais

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal Brasileiro.
Todas as imagens, postadas aqui foram retiradas da Internet e por esse motivo suponho ser do domínio público. No caso em que haja algum problema ou erro com material protegido por direitos autorais, a quebra dos direitos de autor não é intencional.



Seu IP foi registrado - Grato pela visita!

IP