"A matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a forma de um bloco, o escritor tem toda a liberdade para manipular as palavras, mesmo que isso implique romper com as normas tradicionais da gramática.
Limitar a poética às tradições de uma língua é não reconhecer, também, a volatilidade das falas". (Autor Desconhecido)
Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 12 de julho de 2009

Na Poesia...

Na poesia faço uma viagem pelo infinito,
Através de asas imaginarias percorro as estações.
Na poesia consigo ver o mundo mais bonito
Desvendo os segredos que se encobre os corações.

Na poesia posso ver a beleza que no rosto se esconde,
Posso atravessar morros e caminhar por horizontes.
Na poesia o sentimento é dono de meu Ser
Nas palavras bem expressadas embelezo o sofrer.

Na poesia saio da realidade para viver um sonho
Onde toma conta de minh’alma uma encantada magia
Fazendo-me mergulhar de corpo e alma na fantasia.

Enfim, na poesia vejo-me completo por inteiro
Nela sinto-me um timoneiro com o controle do leme
Nela desprendo-me da realidade deixando de ser prisioneiro.

(Ataíde Lemos)

Um comentário:

aparecida56 disse...

meu amigo vc e um presente que DEUS nos deu com suas poesias parabens adoro vc bjssssssssssssssssss

Direitos Autorais

Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184 do Código Penal Brasileiro.
Todas as imagens, postadas aqui foram retiradas da Internet e por esse motivo suponho ser do domínio público. No caso em que haja algum problema ou erro com material protegido por direitos autorais, a quebra dos direitos de autor não é intencional.



Seu IP foi registrado - Grato pela visita!

IP